Solicitud para una ayuda de la NEH: Información que nos hace falta

Queridos colegas:

Queremos pedir vuestra ayuda. Estamos preparando una propuesta para  la National Endowment for the Humanities (NEH) con el objetivo de solicitar fondos que nos sirvan para mejorar PhiloBiblon, en general, y en especial para crear un sitio web en España a imagen y semejanza del que tenemos en Estados Unidos.

Uno de los apartados de esta  propuesta solicita información sobre la importancia del proyecto, es decir, sobre su validez general para la investigación. Esto es algo que desde luego se puede medir cuantitativamente a través del uso que recibe PhiloBiblon en la web, y ya tenemos datos valorados mediante la estadística de Google Analytics. Pero además de esto, en nuestra opinión, es igual de importante (o quizá mucho más) el aspecto cualitativo del uso de la base de datos, tanto en el impacto que ha tenido en la preparación de estudios como de ediciones críticas, así como en la enseñanza de lenguas, literaturas o culturas.

Por lo tanto, estaríamos muy agradecidos si nos hiciéseis llegar vuestra información sobre el uso que habéis hecho de los recursos de PhiloBiblon, como por ejemplo si habéis usado los datos para editar un texto, para un estudio de un autor, o de una obra, o de una época, en las clases, etc. Cualquier información, por anecdótica que parezca, nos puede servir de ayuda para calibrar este uso cualitativo. Si queréis colaborar con nosotros en este sentido, os rogamos que enviéis esta información por email a Charles B. Faulhaber, o que nos la hágais llegar haciendo uso de nuestros perfiles en las redes sociales, Facebook  o Twitter.

Recibid nuestro mayor agradecimiento de antemano por vuestra ayuda.

En nombre de los equipos de PhiloBiblon: BETA, BITECA, BITAGAP y BIPA

Charles Faulhaber


BITABLOG: Arquivo da Imprensa Nacional – Casa de Moeda; Arquivo Carmelitana EUA

Fragmento do Arquivo da Imprensa Nacional – Casa de Moeda restaurado

Há umas semanas atrás, Margarida Leme, do Arquivo da Imprensa Nacional – Casa de Moeda  informou–nos, que BITAGAP manid 5387 – um fragmento que serviu de reforço na encadernação manuelina (obra do encadernador Alonso Lourenço) do “Livro de  receita e despesa de 1540” (cota  ACM, no 843) e que vimos e descrevemos em dezembro de 2011 – foi restaurado.

 O Arquivo da Imprensa Nacional – Casa de Moeda restaura sistematicamente um ou dois códices cada ano.  Esperamos ver mais fragmentos bitagapáveis no futuro!

 Arquivo (Carmelitana) nos EUA

A “Carmelitana Collection” de Whitefriars Hall (BITAGAP libid 323) é uma biblioteca localizada em Washington, D. C., fundada pelo bem-conhecido historiador dos carmelitas F. Joachim Smet, O.Carm (m. 2011).  Whitefriars dispõe de uma coleção importante de livros e revistas relativos aos carmelitas, uma coleção desenvolvida durante muitas décadas pelo F. Smet.  Além de obras históricas e doutrinais, inclui um conjunto de publicações sobre Nun’ Alvares Pereira.  Entre eles encontramos o volume da confirmação do seu culto (Roma, 1917) e dois dos três volumes do recente processo de canonização (Roma, 2007).

As obras que fazem parte da “Carmelitana Collection” de Whitefriars Hall encontram-se em WorldCat, e a biblioteca é sócio de OCLC.   Para investigadores de EUA, a “Carmelitana Collection” de Whitefriars Hall é um recurso importante.

Para a próxima actualização da BITAGAP…texto em lápide

 Na próxima actualização da BITAGAP, vamos incluir um “texto” gravado (BITAGAP manid 5638) em lápide.


BITABlog

Para a próxima versão da BITAGAP (Novembro) analizamos novamente o conteúdo da versão da segunda redacção da Crónica Geral de Espanha de 1344 no MS. fonds portugais 9 da Bibliothèque nationale de France (manid 1155) e as várias cópias manuscritas derivadas dele (manids 1489, 1490, 1491, 1492, 1695 e 1732), incluindo na análise a refundição da Crónica do Mouro Rasis, crónicas breves dos reis de Portugal (desde Afonso Henriques até Afonso IV), sumários de crónicas de quatro reis de Castela e Leão (Alfonso X até Alfonso XI) e diversos capítulos em tradução portuguesa da Crónica abreviada del rey don Pedro I y del rey don Enrique II de Pedro López de Ayala.

Também a próxima versão inclui uma análise das 18 cartas testementárias do infante D. Henrique e os seus testemunhos manuscritos, entre outros documentos históricos desta figura importante do ínicio da era da expansão e descobertas de Portugal.

Mais sobre Partidas alfonsinas (BITABLOG 25 de agosto de 2012)…

O colega Harvey Sharrer preparou uma descrição detalhada do fragmento da Primeira Partida alfonsina conservado na Biblioteca Nacional, Alc. 381 (manid 5599).  As novas informações vão fazer parte da próxima actualização da BITAGAP na internet.

Mais sobre Torcato Peixoto de Azevedo e as Memórias Ressuscitadas da Antiga Guimarães (BITABlog 19 de julho de 2012)…

O colega também visitou a Biblioteca Pública de Évora para descrever CIII/1-22 (manid 5602)…um manuscrito que o catálogo (Rivara e Matos, III, pág. 268; bibid 1414) descreve como “Memorias resuscitadas da antiga Guimarães, por Torcato Peixoto de Azevedo. …  Parece original. …  datada de Guimarães a 14 de fevereiro de 1692…”

Hmmm.  Agora há dois manuscritos “originais” das Memórias de Azevedo.

Com os melhores cumprimentos,

BITAGAP

Arthur L-F. Askins
Harvey L. Sharrer
Aida Fernanda Dias
Martha E. Schaffer
Cristina Sobral
Pedro Pinto
Felipe Alves Moreira


PhiloBiblon vol. 2012 n. 4 (julio): BITAGAP

Há dois anos o nosso colega associado da BITAGAP Pedro Pinto descobriu na Biblioteca da Sociedade Martins Sarmento de Guimarães uma capa de livro (BS 1-7-94) (manid 4617)que identificou como um fragmento da Terceira Partida alfonsina.  Examiná-mola em mais detalhe em Maio para ampliar as informações disponíveis na BITAGAP. O fragmento bifólio (estilo gótico do século XIV) não foi terminado: no texto há iniciais não completamente filigranadas e à inicial capital, de grande tamanho, também falta a cor.

Na mesma biblioteca conserva-se o manuscrito original (de 1692) das Memórias  Resuscitadas da Antiga Guimarães de Torquato Peixoto D’Azevedo, publicado em 1845.  A biblioteca também preserva o legado do vimaranense João Lopes de Faria (1860-1944).  Nos muitos papéis, cadernos e livros de Faria copiam-se milhares de textos da coleção do Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, entre eles as vereações da Câmara, os estatutos da Insigne e Real Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira e vários pergaminhos medievais.

Durante a primavera a BITAGAP estabeleceu uma colaboração com Clima – Corpus Legislativo da Idade Média Anotado, um site dirigido pelo Prof. José Domingues da Universidade Lusíada.  Colaboramos também com a nossa colega associada, Cristina Sobral, no seu site Corpus Hagiográfico em Português até 1525.  Na renovada página de entrada da BITAGAP encontram-se ligações directas.

A BITAGAP aproveitou-se (2011-2012) dos catálogos electrónicos da Biblioteca Nacional de España para controlar e localizar mais uns textos e manuscritos “bitagapáveis”  (neologismo do nosso colega Pedro Pinto), entre eles umas crónicas (BITAGAP manids 5348 e 5544), uma vida de santo (BITAGAP manid 5254) e cortes manuelinas (BITAGAP manid 5543).

E, por fim, renovamos não só a página de entrada da BITAGAP más também a nossa página de ajuda.

Com os melhores cumprimentos,

BITAGAP

Arthur L-F. Askins

Harvey L. Sharrer

Aida Fernanda Dias

Martha E. Schaffer

Cristina Sobral

Pedro Pinto

Felipe Alves Moreira